Friday, October 26, 2007

"A essência é algo sem o qual aquilo não pode ser o que é."

Há medida que vamos crescendo é normal ouvirmos algumas expressões a nosso respeito, principalmente vindas de pessoas que já não vemos há algum tempo. Tais como: "Estás tão crescida!", "Estás mais gordinha", "Tens os olhos da tua mãe", "O feitiozinho é do pai". Creio que quase toda a gente já passou por isto.
No outro dia, contudo, deparei-me com um adjectivo inesperado: Desnaturada.
Ups, há aqui qualquer coisa que não bate certo... não era suposto.
Fui confirmar o significado ao dicionário e eis que me deparo com:

Desnaturado:
adj.
não conforme à natureza ou aos sentimentos naturais;
cruel;
que foi privado dos seus direitos naturais;

Fiquei mais elucidada mas continuo sem perceber. Crescida ainda percebo, sou alta. Gordinha, ok comi um pouco de mais. Olhos da mãe, feitio do pai. Tudo óptimo. Desnaturada...não percebo. Pensava que desnaturada se aplicava a pessoas que não querem saber de outras, que são insensiveis, egoistas.

Concluindo, há medida que vamos crescendo, ouvimos muita coisa. Mas independentemente daquilo que oiçamos, seja bom ou menos bom, a nossa essência nunca muda, e é isso que me deixa mais descansada.
A minha continua intacta.

7 comments:

Anonymous said...

Continua assim desnaturada...mas conserva essa essência tão perfumada!..

Anonymous said...

Do hebraico «graciosa»
Do latim « respeitável»
Do grego « sabedoria »
Enérgica,determinada,generosa e optimista e ainda a Menina Dança!.

Danço, pois said...

:) obrigada

Sr. Funesto said...
This comment has been removed by the author.
Sr. Funesto said...

Não te preocupes, enquanto o teu sorriso não for forçado, a tua alegria não for fingida, os teus desejos continuarem a suceder-se, os teus sonhos continuem a brotar, um a um, dos teus poros, então ainda não serás contra-natura, assombração ou fruto de uma fábrica de PVC.

És e continuarás natural, uma força da natureza, tal como a brisa de vento que levanta uma saia rodada ou a ondulação que rebenta despreocupada na areia.

Danço, pois said...

O poder das palavras é realmente impressionante. Obrigada pelo seu dom Sr. Funesto.

lenaurceira said...

Assim é que eu cada dia gosto mais de ti! Minha sobrinha "desnaturada"!
Desvendo-te o mistério:-Quem saí aos seus...é tão bom ser-se desnaturada!!
A propósito entendes por desnaturada?....
Bjs