Monday, May 5, 2008

Vamos ao que interessa

Roma estava um caos! Feriado também em Itália, também no dia 25 de Abril, também dia da Liberdade, também dias de eleições, também bom tempo e também Capela Sistina grátis no último domingo de cada mês. Capice? Para cada lado que nos virávamos deparávamo-nos com enchentes, grupos de turistas acompanhados dos respectivos guias que iam à frente com um lencinho em riste para ninguém se perder, pais, mães, tias, avós, filhos, netos, quase todos italianos (o vá para fora cá dentro faz sentido em Itália) aos empurrões no metro, tudo lambuzado de gelado e pizza, milhares de pessoas junto à Fontana di Trevi a atirar moedinhas e a jurar amor eterno, filas para o coliseu, pequenos-almoços a 20€, pés doridos após longas caminhadas de um dia, nódoas negras dos encontrões (os italianos não têm a noção de espaço), croissants que não são croissants, não...são cones..não, afinal croissant é sanduiche....ok, mas pode ser um croissant-cone-sanduiche com queijo ou fiambre? Não!!!! Dio Mio, croissant só pode ser doce!! Ai, está bem ó antipático... e muito, muito calor. Apesar de tudo, foi muito bom. Não vi o Papa, nem sequer a capela Sistina, mas também temos de ficar com bons motivos para voltar à belissima Roma, capice?

2 comments:

Tijuca said...

Croissants podem não ser Croissants..mas os gelados ,pela expressão de quem os saboreia ,devem ser bons gelados!..
Capice?!..

Sr. Funesto said...

Curiosamento os croissants chamavam-se cornettos e tinham um creme doce por dentro. E eu que julgava que o croissant era um nome internacional! Na argentina também são na maioria doces e chamam-lhes "media lunas". Será que devíamos fazer um concurso nacional para dar um nome luso ao croissant?

Já que gostamos deles com queijo e fiambre eu proponho um que já se ouve por aí: croiassandes.

E sim, os gelados eram óptimos.